Um Eu já diferente


oi gente, qt tempo né? como vcs estão? tudo em paz, tudo em ordem, tudo no lugar? hummm, espero q sim ^^
Eu ando meio na correria ainda de final de período na faculdade, mas assim q me livrar das provas volto a postar mais frequentemente. Hj eu vou meio q "fugir do tema" aqui no blog e postar esse texto aí da musa Clarice Lispector, q amei, nas entrelinhas eu meio q me reconheci, enfim, um bom texto é sempre aquele em q sabemos reconhecer certa intertextualidade nele e acima de tudo nos identificamos, e eu amo Clarice e tem hora q ela fala e eu assino embaixo. bjs, meus amores, tenham paciência que aos poucos vou visitando todos vcs, ok?


Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!
[Clarice Lispector]

p.s
como vêem o texto é de Clarice, entao são as experiências dela, eu por exemplo, nunca fiz isso:
"Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva. [quem sabe um dia eu quebre e goste, hehe]. Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda." o resto eu vou tentando me encontrar, retiro umas coisas, ponho outras...
achei interessante a ideia de depois fz uma espécie de meme com a temática do Eu Já, e quem quiser postar experiências do tipo seria interessante. Até mais, people. ^^

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

12 COMENTÁRIOS:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Nossa!!!bela escolhaaaa...eu tb.amo ler Clarice Lispector...tb.já passaei por algumas situações parecidas...hehehehehe!!!bjus doces!!

Guará Matos disse...

Olá, que bom saber que voltou, pelo menos para nos dar um tantinho de ti.
E voltou bem.

Beijos.

Mulher na Polícia disse...

Clarice...

Sou fã... demais dessa escritora.
Palamãedoguarda!

: )

Eu já escrevi um texto assim.

Paulo Braccini disse...

Saudades mil ... mas amenizada com este bocadinho de vc ...

bjux

;-)

Max Psycho disse...

Seja bem vinda de volta e já começou co um ótimo post mostrando pra que veio e com o perdão da palavra, mas que xuxuzinho esta ai de biquini na foto ao lado, ah se eu tivesse isso em casa

Inside Me disse...

ai max, tinha q ser tu mesmo né? kkkkkkkkk cara lisa

Serginho Tavares disse...

ai que saudade
que bom que voltou e com visual novo
beijoooooooooos

gabyshiffer disse...

Também adoro o seu blog por me identificar com o seu gosto...
Esse poema então quanta verdade compatilhada neh
:)
Quanto a sua ausêcia, entendo o que estar sem tempo e acho justo quando temos que nos afastar, a vida chama não é mesmo?

De novo repito adorei o poema, ele é verdadeiro...
algumas coisas eu já fiz, não quebrei pratos mas já experimentei quebrar copos no muro da minha casa e é relaxante...rs
Dizem os mais antigos, que quando a gente quebra alguma coisa assim, a gente tira o mal olhado, as coisas ruins...
não sei, mas que me relaxou tenho certeza.
Tenho uma amiga que adora quebrar lápis, caneta, vai entender neh
rs

Vim lhe desejar bom findi
Beijos na alma!

"Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência."
Augusto Cury

Conde Vlad disse...

Vou te dizer que não entro nesta de "Eu já", mais fico na vontade do "EU QUERO". rsrs...

Beijos Gatona.
Conde.

Táxi Pluvioso disse...

Quebrar pratos, só se for dos mais baratos, que a vida não está para loucuras.

Daniel Savio disse...

Todos tivemos um amor que nos tocou...

Fique com Deus, menina Inside Me.
Um abraço.

UN VOYAGEUR SANS PLACE disse...

Humm, boa essa tua idéia baseada na Clarice Lispector! E pensar que eu também já fiz (e deixei de fazer) tanta coisa!

Grande abraço. Au revoir.

Postar um comentário

deixe aqui seu comentário \o/